Pesquisa

Exploração da usabilidade e desenvolvimento de Tecnologias Assistivas didáticas para Portadores de Necessidades Especiais

A inclusão e a educação de estudantes Portadores de Necessidades Especiais (PNE) é uma preocupação das escolas e está presente na LDB. Segundo o art 59 da Lei 9.394/96 os sistemas de ensino devem assegurar, por exemplo, técnicas e recursos educativos específicos para a educação especial. É um desafio para os professores adaptar e reinventar seus métodos e técnicas didáticas de modo que atenda os educandos especiais. Alguns componentes curriculares são bastante dependentes de, por exemplo, visão, como matemática e física. Existem estudos na área de Interação Humano-Computador na área de acessibilidade para portadores de necessidades especiais, como pouca ou nenhuma visão, audição e autismo em vários espectros. É possível construir softwares que utilizem, por exemplo, sensores disponíveis em dispositivos móveis (smartphones, tablets, etc) para suprir ou aumentar a experiência sensorial de educandos especiais. Também é possível construir ferramentas que auxiliem na capacitação de educadores na interação com estudantes especiais. Neste sentido, este projeto visa investigar e identificar oportunidades de desenvolvimento tecnológico e construção de ferramentas computacionais assistivas para auxiliar os professores e educandos especiais.

Equipe: Raquel de Miranda Barbosa, Cibele da Rosa Christ Sinoti, Igor Ávila Pereira, Márcio Josué Ramos Torres, Rafael Betito.